Professor Simon Fishel

CEO


Professor Simon Fishel

Simon Fishel é fundador e presidente da CARE Fertility Group – o maior especialista independente de serviços em fertilidade humana no Reino Unido. Ele iniciou sua carreira científica na Universidade de Cambridge em 1975 com Bob Edwards, que foi, juntamente com Patrick Steptoe, o responsável pelo nascimento do primeiro bebê concebido por fertilização in vitro, em 1978.

Entre 1978 e 1980 ele foi o primeiro a publicar trabalhos sobre as respostas metabólicas dos embriões ao seu ambiente. Além disso, também foi autor de publicações sobre a presença de glicoproteínas no ambiente uterino, sugerindo uma sinalização bidirecional. Simon associou-se a Patrick e Bob na Bourn Hall, primeira clínica exclusivamente dedicada à fertilização in vitro, como vice-diretor científico no momento da abertura da empresa, em 1980, quando ele fez parte do grupo clínico “original” de fertilização in vitro, sendo o quarto membro John Webster. Em 1979 ele foi indicado como pesquisador na Churchill College, no mesmo momento em que Bob Edwards foi indicado como membro da mesma universidade.

Em 1980 Simon foi contemplado com a prestigiosa bolsa Beit Memorial e em 1984 foi o primeiro pesquisador a publicar trabalhos sobre a produção de HCG pelos embriões humanos. Publicou mais de 200 artigos científicos e três livros, além do primeiro atlas em intervalo de tempo do embrião humano, com Alison Campbell. Seu trabalho inovador na área de fertilização in vitro resultou em vários prêmios de países como Japão, Áustria, Itália, África do Sul e Estados Unidos. Em 1992 ele fundou o primeiro curso de formação em fertilização in vitro e orientou vários comitês governamentais internacionais, com revisão de diretrizes e legislação em fertilização in vitro, incluindo aconselhamentos ao Vaticano.

Em 1997 tornou-se Personal Professional Chair em Reprodução Humana, tornou-se membro eleito da Royal Society of Biology e em 2009 foi condecorado com o prêmio “University Fellow” da Universidade John Moores de Liverpool por sua “excepcional contribuição à ciência e à humanidade”. Criou a Fundação Rachel, uma organização de pesquisa beneficente para auxiliar crianças com infertilidade causada por tratamentos médicos, além de ter auxiliado na conscientização sobre a infertilidade secundária. Os interesses profissionais de Simon estendem-se a todos os elementos da reprodução humana, fertilidade e embriologia, bem como tecnologias para fertilização in vitro.

University of Birmingham CAREfertility